corona02

Paciente morre na UPA sem teste para Covid-19

Compartilhe:

Paciente residente em Ananindeua, com febre há duas semanas, dois dias com falta de ar, foi à UPA e medicado, mas liberado pra ir para casa sem teste para o novo coronavírus. Pela madrugada sentiu falta de ar intensa, o que o levou a fazer automedicação para ansiedade e pneumonia. Na UPA da Cidade Nova 2 faleceu e a causa da morte foi atestada como insuficiência respiratória por complicações de pneumonia. Liberaram o corpo para família sem sequer fazer o teste para a Covid-19.

A UPA não avisou à Vigilância Sanitária e pressionaram familiares a levarem o corpo, ainda que o paciente tenha apresentado simtomas de estar infectado. Por sua vez, os familiares não conseguiram contato com qualquer dos números divulgados para notificar casos suspeitos e nem da Vigilância Sanitária de Ananindeua e apelam ao governador Helder Barbalho para que pelo menos mande fazer os testes necessários.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Ananindeua afirma:

“Instituto Saúde e Cidadania (ISAC), organização social responsável pela gestão da UPA da Cidade Nova (Dom Helder Câmara), informa que a denúncia não procede e que o paciente enquadrou-se em outro diagnóstico, por isso, sem necessidade de indicação de investigação específica para covid-19. A UPA Cidade Nova lamenta o falecimento deste paciente e reforça que o durante sua internação, recebeu total atendimento médico e ambulatorial. Ressaltamos que o ISAC tem total comprometimento com a qualidade direcionada para os mais de 400 atendimento realizados diariamente.
Coordenação UPA Cidade Nova”

Fonte: Franssinete Florenzano