Política

No Pará: Hélder lidera para o governo e Márcio Miranda é o preferido para o Senado e para Federal

Reprodução

Nesta segunda-feira 16, a Doxa lançou os números da primeira pesquisa eleitoral para presidente, governador, senador, deputado federal e estadual. A pesquisa foi contratada pela Rede TV e realizada nas seis mesorregiões do Estado do Pará, o que contemplou 42 municípios.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA) sob o número 07254/2022. Foram entrevistados 2 mil eleitores entre os dias 9 e 14 de maio de 2022. A margem de erro estimada é de 2,25 pontos percentuais para mais ou para menos sobre o total da amostra.


GOVERNADOR

 

Segundo a pesquisa, existem dois cenários para o governo do Pará. Na espontânea, quando se faz a pergunta em quem o eleitor votaria, 65,6% dos eleitores demonstraram que não tem candidato. Já na estimulada, quando se apresenta o nome dos pré-candidatos, 61,4% citaram Helder como opção.

O senador Zequinha Marinho (PL) é o segundo colocado com 6,1%, Major Marcony (SD) aparece em terceiro lugar com 3,5%, Cleber Rabelo (PSTU) vem com 2,4%, Silvia Letícia (PSOL), aparece com 0,8% e Renata Fonseca, 1,4%.

SENADOR

 

Quanto ao Senado, o médico e militar Márcio Miranda (PTB) lidera com 26,4%, seguido de Mário Couto (PL) com 7,8%, Flexa (PP) 6,1%, Pioneiro 5,8% e Beto Faro 5,7%. Os indecisos somam 44,3%.

Sem Márcio Miranda, que poderá ser candidato a deputado federal pelo PTB, o ex-senador Mário Couto pula para 14,8%, seguido de perto por Manoel Pioneiro que aparece com 14,0%, Beto Faro fica em terceiro lugar com 12,8%, o ex-senador Flexa Ribeiro fica com 7,3% e os votos brancos, nulos e indecisos somam 51,1%.

FEDERAL

 

Miranda também lidera para federal com 2.5% das intenções de votos na espontânea. O ex-presidente da Assembleia Legislativa foi candidato ao governo do Pará em 2018 e obteve 1.663.045 votos. Essa será a primeira disputa do ex-presidente da ALEPA após as últimas eleições de governo. Pelos números, poderá ser um dos candidatos mais votados do Pará em 2022, independente do cargo que escolher.

Compartilhe:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também